“SP no Ar”, de William Travassos, é a maior audiência da Record em SP

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120928150918.jpg

William Travassos é o apresentador do “SP no Ar”: maior audiência da Record é às sete da manhã – Divulgação/Record

Com dificuldades para emplacar suas novelas e com “Ídolos” sem empolgar na disputa pelo Ibope, o “São Paulo no Ar”, de William Travassos, foi a maior audiência da grade da Record nesta última quinta-feira (27).

O noticiário local, exibido entre 07h27 e 08h40, garantiu média de 8 pontos e desbancou toda a programação – inclusive a do horário nobre. Atrações de maior investimento, prestígio ou potencial, como o “Ídolos”, o “Jornal da Record” e os últimos capítulos de “Máscaras” ficaram para trás com 7, 5 e 4 pontos respectivamente.

Em tempo:

Os jornalísticos da Record vêm salvando os resultados da emissora, que atravessa uma crise de audiência. Neste mesmo dia, o “Fala Brasil” e o “Cidade Alerta” tiveram 7,5 e 7 pontos respectivamente. O programa de Marcelo Rezende, inclusive, teve pico de 10 pontos.

Ainda assim, apesar dos bons números, nem todos os noticiários vêm sendo bem aceitos. O “Jornal da Record” segue fugindo a regra e a edição vespertina do “Balanço Geral” também. Comandado por Giuliano Marcos, o programa teve apenas 4 pontos de média.

Estes índices são consolidados e são baseados na preferência de um grupo de telespectadores da Grande São Paulo.

natelinha

3 no lugar de 1 no jornalismo

A estratégia de Ali Kamel e Schroder foi dividir em três o que era feito por um.
Ou seja, o cargo que era exercido por Ali Kamel passou a ser desenvolvido por três jornalistas.
Luiz Claudio Latge, Silvia Faria e Renato Ribeiro.
Preferiram acumular três forças com um objetivo muito amplo do que definir uma única pessoa para tal.
Acredito que a atual cúpula da TV Globo está esperando uma guerra de verdade que vem da TV Record.
Eles, da TV Globo, não acreditam que a TV Record vá ficar esperando a banda passar.
A banda no caso é o SBT.
Então devem estar esperando alguma coisa grandiosa que venha guerrear pela TV Record.
Seria como se fossem enfrentar uma NBC.
E no caso da escolha de Silvia Faria, o motivo é muito simples.
Silvia Faria tem hoje um trânsito em Brasília que poucos tem, a não ser Roberto Irineu e João Roberto.
Então mesmo sendo diretora executiva a Silvia deve ficar em Brasília.
Afinal, com as telinhas de celular e web, a Silvia fala com quem desejar no Brasil todo apenas apertando um botão.
Nem precisa sair de Brasília pra isto, mas precisa ficar lá por ser o local onde tudo acontece e o contato informal e pessoal é fundamental.
Por mais que a TV Record tenha uma grande estrutura política, que passa por um partido político que dá apoio à Dilma, e mais uma grande quantidade de deputados que vestem a camisa da TV Record, eles não tem ainda uma tradição de jornalismo político, criada há muitos anos por Roberto Marinho e preservada até os dias de hoje.
É exatamente aí que a TV Record não tem estrutura para ganhar da TV Globo.
E mesmo que a TV Record chegue perto de uma estrutura destas, então vai ficar difícil passar a TV Globo pois a grande diferença de ibope entre elas está no entretenimento.
Se por um lado a TV Record tem Douglas Tavolaro, grande profissional à frente do jornalismo, por outro a TV Record só tem Bispos à frente da área de entretenimento, sem conhecimento real de campo nem experiência para tal.
Esta é a grande diferença entre TV Globo e TV Record.
Por pior que seja a gestão de Manoel Martins no entretenimento da TV Globo, a estrutura criada por Boni até hoje está de pé, mesmo que os profissionais de hoje não tenham o mesmo nível dos de antigamente.

Escrito por James Akel às 07h15

<!–[ link ]–>

Jogo de grandes profissionais

As mudanças na cúpula da TV Globo foram arquitetadas desde o começo do ano por Carlos Schroder e Ali Kamel.
Foram os dois que traçaram os caminhos da nova estrutura da TV Marinho.
E o projeto estava tão amadurecido que perceberam que não poderiam esperar até 2015, que era o ano em que se tinha determinado a mudança de Octavio Florisbal por Schroder.
Então os dois levaram o projeto todo desenhado para Roberto Irineu que determinou a imediata mudança.

 Escrito por James Akel às 06h56 no dia 28 de setembro de 2012
<!–[ link ]–>

Hebe

O SBT se pronunciou ontem oficialmente sobre Hebe.
Apenas não deram uma data definida.
Há muito tempo atrás, esta coluna escreveu que Hebe não ficaria de jeito nenhum na RedeTV e iria para o SBT.
Ainda dissemos que através de Ratinho a Hebe tinha falado com o Silvio e a partir daí os dois se falaram com constância.
E ainda dissemos que o plano inicial era a primeira aparição de Hebe no Teleton.
Tudo isto está de pé e a aparição dela deverá ser no final do Teleton junto de Silvio.

 Escrito por James Akel às 06h51 no dia 28 de setembro de 2012

 

Pra que serve uma apresentadora

A TV Record há muito tempo tem problemas com a apresentação do programa Tudo é Possível no domingo.
Ana Hickmann bem que tentou, mas a cada domingo estava mais dura no comando de palco.
A direção tem a ver com isto sim, pois poderia tê-la treinado de forma diferente.
Mas nem todo diretor tem didática pra transmitir ao apresentador de palco.
E nisto fica que o apresentador ou apresentadora passam a não corresponder .
Veja que o mesmo diretor, Vildomar Batista, permite que também nos programas diários, o apresentador Brito Jr mantenha postura inadequada com mãos no bolso e postura relaxada em seu visual.
Tudo por conta de não ter didática para ensinar aos apresentadores.
Então, o próximo apresentador ou apresentadora do Tudo é Possível terão que ter conhecimento próprio de comando de palco.
Eu optaria por um apresentador homem que tivesse comando de palco para enfrentar a concorrência.
Mas nem tudo isto pode se ter pela pouca oferta no mercado.
Seria a única alternativa o Rodrigo Faro.

Escrito por James Akel às 03h28 no dia 28 de setembro de 2012

<!–[ link ]–>

Cabo Bruno quis cobrar preço alto por entrevista

Ex-policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido como cabo Bruno

Ex-policial Florisvaldo de Oliveira, conhecido como cabo Bruno

Tem outra história do cabo Bruno,assassinado no fim da noite de quarta-feira e que estava em liberdade há pouco mais de um mês.

Algumas as emissoras foram em cima dele, quando deixou a prisão, interessadas em fazer uma entrevista. Ele pediu R$ 45 mil e, pelo que se sabe, ninguém aceitou pagar.

Ontem, conhecida a notícia da sua morte, estavam todas atrás de material.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Cheias De Charme deixará muitas saudades ….

A Globo leva ao ar hoje e reprisa amanhã o último capítulo de “Cheias de Charme”, novela das 7 da noite. Todo o seu elenco combinou de assistir e jantar junto numa churrascaria carioca, também conhecida como “Porcão”.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Record desiste do terceiro horário de novelas

Este é RECNOV , sediado no Rio de Janeiro . É o segundo maior centro de teledramaturgia da América Latina em tamanho e produção . Só fica atrás do PROJAC

Mesmo com o seu quadro de autores ampliado e duas outras produções na agulha para substituir “Máscaras” e “Rebeldes”, a direção da Record não cogita abrir um terceiro horário de novelas. Entende-se que duas, pelo menos por ora, é o número ideal. E possível.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

 

Ana Hickmann poderá chiar em breve ….

Depois de uma semana fora do ar, por causa de forte crise alérgica, Ana Hickmann voltou a apresentar o “Programa da Tarde” e gravar o “Tudo é Possível”, ontem, na Record.
Problema superado, certo? Tem gente insistindo que não. Alguma coisa prometida a ela, no que diz respeito a dinheiro, não foi cumprida até agora.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Acidente no Programa Do Ratinho

Um participante do quadro de calouros no “Programa do Ratinho”, ao ser “puxado pelo macaco” – responsável pelo para ou continua, caiu e perdeu no meio disso parte do dedo.
O SBT está prestando toda a assistência.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery