Diego Souza poderá retornar ao Vasco

Diego Souza - Vasco (Foto: Bruno de Lima)
Vasco pode tentar puxar Diego Souza de volta (Foto: Bruno de Lima)

O não pagamento do Al-Ittihad (SAU) pela compra dos direitos de Diego Souza pode ocasionar o retorno do meia ao Cruz-Maltino. Nesta terça-feira, a diretoria reuniu toda a documentação para acionar a Fifa exigindo dos árabes a quitação da dívida, mas, em meio a isso, o presidente Roberto Dinamite já consultou o departamento jurídico do clube sobre a possibilidade de, por quebra de contrato, repatriar seu ex-camisa 10.

Internamente, a possibilidade já é vista com bons olhos. Inicialmente, o montante da venda de Diego Souza seria utilizado para equilibrar as finanças, mantendo os salários dos jogadores e funcionários em dia (o deste mês ainda não foi pago). Mas a perda técnica que o time sentiu com a saída do meia parece estar pesando mais pelos lados de São Januário.

Dinamite lembra que, o primeiro passo já foi dado, com a cobrança junto à Fifa do pagamento. Inicialmente, o clube quer apenas receber o dinheiro pela venda, mas se o problema prosseguir…

– Assinei hoje (ontem) o documento, para fazermos a cobrança junto à Fifa. Mas estamos analisando essa situação (de repatriá-lo) também, consultando os advogados do clube – disse o presidente, que, perguntado se o retorno do meia seria uma boa, sorriu, despistou, mas deu uma resposta positiva:

– É… Se for possível. Mas essas coisas dependem da vontade do jogador também – completou Dinamite.

O Al-Ittihad havia acordado que faria o pagamento por Diego dividido em três parcelas. A primeira delas, porém, foi efetuada através de uma empresa e o dinheiro acabou ficando retido. O fato deixou os vascaínos incomodados. A segunda já venceu e também não chegou aos cofres do Vasco. Por isso, a diretoria cruz-maltina resolveu exigir o pagamento integral desse montante, além de multa de 20% prevista em contrato, o que renderia ao clube pouco mais de R$ 5 milhões (referente a 33% que tem direito). O restante é da Traffic .

ITTIHAD TEM FAMA DE MAU PAGADOR

A diretoria vascaína anda preocupada com as informações sobre a fama do Al-Ittihad de ser mau pagador. O clube árabe, apesar de ter uma boa fonte de dinheiro, costuma atrasar salários e pagamentos, o que resulta em seguidos problemas com alguns de seus atletas.

Antes de decidir acionar a Fifa para receber pela venda de Diego Souza, o Vasco procurou o clube árabe seguidas vezes, mas não obteve sucesso.

Essa fama de mau pagador não é de hoje. Em 2005, por exemplo, Pedrinho, ex-Vasco, foi procurado para defender o Ittihad. Mas, ao saber do problema que o clube tinha com dinheiro, ele exigiu o pagamento pelo tempo de contrato (um ano) de uma vez só. Feito isso, assinou com o clube. Outros brasileiros também já sofreram com salários atrasados por lá

Leia mais no LANCENET! 
© 1997-2012 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.