Palmeiras a um passo da Seríe B

Atlético-MG x Palmeiras - Campeonato Brasileiro - Felipão (Foto: Ramon Bitencourt)
Felipão pode ter seu pior ano no Brasileirão. Precisa melhorar (Foto: Ramon Bitencourt)

Consagrado após a conquista da Copa do Brasil, o técnico Luiz Felipe Scolari não passa por um bom momento, assim como o Palmeiras. Além de lutar para tirar a equipe da zona de rebaixamento, o treinador ainda luta para não terminar o Campeonato Brasileiro com a sua pior campanha. Pelo menos até o momento, as duas situações estão bem complicadas.

Após 23 partidas, somente cinco vitórias e 20 pontos conquistados, o Verdão de Felipão tem um aproveitamento de 28,9%. Nas 13 participações anteriores na competição, o desempenho nunca foi tão ruim. Muito menos o número de derrotas. Os palmeirenses já perderam em 13 oportunidades. É o maior número de tropeços na Série A.

Até o momento, a pior campanha do treinador tinha acontecido em 1982, quando estava no CSA-AL. Era a primeira vez que o técnico comandava uma equipe no Brasileirão. Em sete jogos, uma vitória, quatro empates e duas derrotas, com 33,3% de aproveitamento.

Desde o retorno ao Alviverde, no meio de 2010, Felipão não consegue boas campanhas no Nacional. Nos anos anteriores a equipe ficou na zona intermediária da classificação. Agora, a meta é escapar do rebaixamento. Para isso, os palmeirenses precisariam de 44 pontos nas contas da comissão técnica e diretoria.

Se atingir o objetivo, o aproveitamento chegaria aos 38,5% após 38 rodadas. Assim, além de salvar o time da degola, o treinador não teria sua pior campanha na competição.

Apesar do momento ruim e da inconstância no torneio, o comandante palmeirense segue prestigiado.

– Na minha cabeça, do presidente (Arnaldo Tirone) e do vice (de futebol, Roberto Frizzo), não está no planejamento a mudança da comissão técnica. O próprio Felipe disse que não pensa em sair. O maior erro não tem sido da comissão – afirmou o gerente de futebol, César Sampaio.

Garantido até o fim do ano e sem uma definição sobre uma possível renovação de contrato, Felipão não quer deixar o Palmeiras rebaixado. Ainda mais com sua pior campanha no Brasileirão. É a hora de reagir.

Felipão no Brasileirão:

Como treinador, foram 14 participações no Brasileirão. O melhor aproveitamento foi com o Palmeiras, em 1998. Foi melhor até do que quando ganhou o título com o Grêmio, em 1996. Confira:

Ano Time Aproveitamento
1982 CSA-AL 33,3%
1984 Brasil-RS 40,4%
1987 Grêmio 55,5%
1993 Grêmio 50%
1994 Grêmio 44%
1995 Grêmio 44,9%
1996 Grêmio 55,1%
1997 Palmeiras 58,5%
1998 Palmeiras 61,5%
1999 Palmeiras 49,2%
2000 Cruzeiro 60%
2010 Palmeiras 42,2%
2011 Palmeiras 43,8%
2012 Palmeiras 28,9%

© 1997-2012 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.