Deplorável e vergonhosa declaração de Lauro César Muniz

 Lauro César Muniz, autor da novela horrorosa da Record, deu uma entrevista vergonhosa onde ele acusa o diretor da novela, Ignácio Coqueiro, e os atores de não terem competência pra encenar seus textos.
Ora, os textos desta novela são um substrato da psicointelectualidade de Lauro.
Serviriam pra sessão de psicanálise das pesadas.
E o povo não tem nenhuma vontade de saber o que Lauro tem na cabeça dele, pois nem tem atrativos de cena.
Não podemos dizer que é um lixo aquilo que ele escreveu, pois demandou trabalho físico e psíquico.
Mas, pra texto de novela, faltou muito.
Muitos anos atrás, na Globo, no horário das dez da noite, Lauro substituiu outro autor que estava escrevendo O Bofe.
E Lauro teve que reduzir também aquela novela, pois seu fracasso de ibope era tão grande que não tinha jeito.
E aquela novela tinha Lima Duarte na direção e um elenco notável.
Quando o texto é bom, até uma direção mediana e atores medianos têm ibope.
E olha que o Ignácio Coqueiro é um bom diretor e seu elenco é muito bom.
Mas, sem texto, não dá pra inventar a novela.

Escrito por James Akel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.